CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Portal de Poesia - Suely Andrade
 Fazer da palavra um embalo é o mais puro e apurado senso da poesia. Mia Couto
Textos



Coisa de Louco

O gostar cobre com manto
A pessoa que se ama.
Você só vê coisa boa,
E isso sempre e tanto!
Joga-se o tapete na lama,
E a coisa não é à toa.
Você fica acreditando
Que existe perfeição.
Dúvidas? Ah, isso não!
E então vai creditando
Com muita segurança;
Um oceano inteiro
De toda a sua confiança.
"Onde andam seus defeitos;
Escondidos na estranheza"!?
Mas isso finda é ligeiro.
Quando o véu cai um pouco,
Amar é coisa de louco!
Não tem mais cruz lá no peito...
Agora é diabo nos feitos.
E tudo vira defeito.
C'oas cartas postas à mesa,
O cartão, antes de crédito,
Opera como de débito.
O amor... Ah, que beleza!
Suely Andrade
Enviado por Suely Andrade em 27/11/2017
Alterado em 27/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários