CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Portal de Poesia - Suely Andrade
 Fazer da palavra um embalo é o mais puro e apurado senso da poesia. Mia Couto
Textos


As Instâncias da Beleza

Repousando os olhos sobre uma vasta cabeleira despenteada ao vento ou sobre um olhar disperso, imerso em algum pensamento, encontro uma e outra beleza. Encontro coisas esquecidas; algumas despercebidas, outras, mal julgadas. É que a beleza não está de forma estabelecida, moldada num quadro fixo. Assim, eu vejo um garrancho rolando e nele encontro tantas belezas sublimes; as mesmas que alguém encontra nos uniformes de times ou na premissa de um momento inesquecível como a espera de uma festa. Beleza é algo ambulante, instável em seu nível. A beleza não cumpre um protocolo nem ritual prolixo. Ela, às vezes, escorre por uma fresta e se esgueira guardando-se quieta. E, muitas vezes, ela transborda e se expõe sem medo e sem intenções de conquista. Beleza singela, beleza transitória, beleza plena... Beleza está no fundo dos olhos de quem a avista em cena. Beleza é eterna, jamais passageira. Ela muda de lugar, esconde-se em outras roupagens, mas reside no que olhar que se deleita em imagens.
Suely Andrade
Enviado por Suely Andrade em 01/12/2017
Alterado em 01/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários