CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Portal de Poesia - Suely Andrade
 Fazer da palavra um embalo é o mais puro e apurado senso da poesia. Mia Couto
Textos


Morte e Vida

A morte me era, assim,
Uma criatura algoz.
Um pensamento infeliz
Era a morte para mim.
Mas eu era aprendiz.
Hoje, a mim ela é um albatroz,
Que nos abraça em momentos.
A morte são pensamentos,
Em horas beligerantes,
Do eu da gente de hoje,
Do eu da gente de antes,
Que pensa no eu vindouro.
A morte não é agouro.
A morte é a agonia
Do sono toda a noite.
"De fome um pouco por dia".
Assim sendo, a vida é morte,
Mas também a morte é vida.
Fica-se com ou sem sorte.
Vai-se querendo ou não a ida.
Suely Andrade
Enviado por Suely Andrade em 03/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários