CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Portal de Poesia - Suely Andrade
 Fazer da palavra um embalo é o mais puro e apurado senso da poesia. Mia Couto
Textos



Foi apenas "engano".

Não, eu não era um anjo caído.
Foi apenas "engano"
De quem quis ver o que queria,
Sob a proteção de sua heresia.
(Sem aspas, cabia o "errar é humano").

(...)

O meu desenho, todo corrompido.
Meu escudo, minha prudência...
Foi um tiro pela culatra saído.
Não, aquilo não era a minha essência!
E eu que nem religião tenho;
Que ainda nem sei a que venho...
Que nem sempre em Deus acredito...
Eu, que nem tenho discurso bonito
Sobre profecias ou ensinamentos...
Que não faço admoestação...
Vi-me forçada a questionar
Sobre dogmas, mandamentos
Sobre meditação.
Vi-me de novo tentada a orar.

(...)

E fiz minha oração.
Suely Andrade
Enviado por Suely Andrade em 07/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários